terça-feira, agosto 22, 2006

(De)composição


A asa
é um mistério
elaborado
no casulo.

Compõe-se de
espera
a borboleta.
Decompõe-se
a lagarta.

Solange Firmino

4 comentários:

vera disse...

Mais uma vez muito bela a sua maneira de explicar as coisas da natureza.

rogerio santos disse...

Sol,
Que delícia de poema.
Beijo Grande
Rogerio

Anônimo disse...

Sol querida, sempre perfeita!! Muito bom este poema. Beijos.Andréa Motta

barr disse...

O visual do blog é de tamanho bom gosto!