quinta-feira, fevereiro 15, 2018

Há 2 anos falecia a poeta Myriam Fraga

CHUVA 

Reminiscências
A inquietar
Como a chuva nos vidros.

Sol que avança,
Inexorável,
O tempo, com suas marcas,

Sua umidade em rios,
Dissolvendo a paisagem,


Seu mofo, sua
Insidiosa presença
Escorrendo da tarde.

Um gotejar sinistro,
O salitre
Infiltra-se nas frestas
Reacendendo feridas.


Ó coração,
Não te atormentes,

Não te levantes contra mim,
Esquece.




Do livro "Fêmina", 1996.

sábado, dezembro 23, 2017

Maravilha

Maravilha (Mirabilis jalapa) é uma planta ornamental que disponibiliza a variedade de cores como vermelha, amarela, branca, etc.

Uma flor sozinha pode ter manchas de cores diferentes. A cada dia aqui no meu jardim nascia uma, observadas entre outubro e novembro.

Outro ponto interessante que observei foi a mistura de cores, nunca repetindo um padrão.

sexta-feira, dezembro 22, 2017

VERÃO

 Todos os dias venho nesse recanto pegar energia. Agora o vento leva embora a primavera. 


No equilíbrio entre morte e vida, as sementes que plantei ainda dão flores.

Entre as variadas formas, a energia cósmica não se perde e retorna para novas vidas.

Aguardo que o período quente se vá... 

Solange Firmino




quarta-feira, novembro 22, 2017

Canção da Mulher que Escreve - Lya Luft

Flores do meu jardim para minha amiga poeta, que faz aniversário hoje.


Não perguntem pelo meu poema:
nada sei do coração do pássaro
que a música inflama.

Não queiram entender minhas palavras:
não me dissequem, não segurem entre vidros
essas canções, essas asas, essa névoa.
Não queiram me prender como um inseto
no alfinete da interpretação:
se não podem amar o meu poema, deixem
que seja apenas um poema.


(Nem eu ouso erguê-lo entre meus dedos
e perturbar a sua liberdade).


In: Secreta Mirada, 1997
São Paulo: Editora Mandarim 




*Observação: Flores do meu jardim entre 14 e 21 de novembro de 2017.


segunda-feira, novembro 20, 2017

Completude

"Eu me deixo acontecer
no agora,
com a plenitude do abstrato futuro."


Solange Firmino

Trecho do poema "Completude", no livro 'Das estações'.

*Fotografia tirada por mim no jardim da minha janela. 
Os girassóis morrem, outros nascem, esse tem 4 dias que começou a aparecer pétala...

Link para o poema inteiro: https://www.instagram.com/p/BbuDV0WAOID/