terça-feira, dezembro 19, 2006

O deus-Sol

A deusa Selene percorria o céu em seu carro de prata para iluminar a noite. De manhã era seu irmão, o deus Hélio, que percorria o céu com sua carruagem de fogo, trazendo luz para a Terra. Hélio cumpria essa função bem antes de Apolo ser considerado deus do Sol. Saindo do leste, ao fim do dia Hélio chegava ao oeste e descansava em seu palácio de ouro.

A passagem do Sol pelo céu é um tema que muitas civilizações representaram e cultuaram. Entre os egípcios, Hórus era o deus-Sol, o deus mais importante, adorado como pai do faraó que reinava. Se o faraó reinava na terra, o deus-Sol governava no céu. O faraó Akhenaton criou o culto monoteísta ao Sol, chamado Aton, e o declarou como símbolo do deus único. Os sacerdotes amaldiçoaram Akhenaton e o Egito voltou a ser politeísta após sua morte.

Os povos da Antigüidade conheciam os fenômenos astronômicos, principalmente os que se referiam ao Sol e à Lua, nos deixando os calendários solar e lunar. Umas das peças mais famosas do mundo é a Pedra do Sol asteca, uma espécie de calendário esculpido em um grande bloco de basalto com símbolos que se referem ao Sol.

(...)

Solange Firmino

O texto integral pode ser lido na coluna Mito em Contexto, em Blocos online.

Figura: Hélio em sua carruagem.



3 comentários:

Rose disse...

Sol, querida, mais uma bela aula de mitologia. Como sempre, estou encantada e feliz em poder aprender um pouco mais a cada nova publicação.

Beijo grande e FELIZ NATAL!

Rose

Vera disse...

Com suas histórias conhecemos um pouco mais da mitologia e das civilizações. Em minha parede mantenho os calendários asteca e maia que cercam o deus Sol inca. Em meio a eles meus bambuzinhos. Reverencio assim o verão, tributo da natureza ao deus Hélio, fonte de toda e qualquer energia que nos sustenta.
Aproveito para enviar-lhe um grande beijo agradecendo suas visitas em minha página e desejando-lhe boas festas e um novo ano maravilhoso.

Merivaldo disse...

Sol dos Andes,
Vim fazer um brinde natalino.

té outro dia,


...