sábado, junho 21, 2014

Inverno

Atibaia hoje, 21 de junho de 2014

Texto antigo meu sobre o "Inverno e a renovação necessária":

http://www.blocosonline.com.br/literatura/prosa/colunistas/sfirmino/sf0004.php


Poema para o inverno



O vento do outono 

abraça a nova estação, 

que chega com sua 

ordem de recolhimento.


Como em um rito, 

novos rumos se fazem 

no casulo dos dias 

à espera dos ciclos 

das estações.


No rastro das névoas, 

os sonhos não nascidos 

escondem-se. 

A vida lateja no 

cortejo de idéias submersas.


Palavras extremas 

aguardam o movimento 

de fuga no vento, 

ninho das idéias.


Há um poema intacto 

no caminho do tempo 

que aguarda o inverno, 

mas só renascerei 

na primavera.



Solange Firmino



Perséfone colhendo flores